Animais

A Medicina Veterinária utiliza largamente os florais  para os animais de estimação ou não, tanto para ajudar a equilibrar temperamentos mais intensos como para situações temporárias.

Veja algumas sugestões:


Doses e aplicações

Em casos mais agudos o ideal é pingar as gotas diretamente na boca ou através de seringa (sem agulha) pelo menos nos primeiros dias.

Após ou para a manutenção a cada troca de água acrescentar 07 gotas do vidro de uso na vasilha (aproximadamente de  ½ litro a 1 litro de água).

Na impossibilidade de pingar na boca, opte por pingar 7 gotas do vidro de uso  na vasilha de água. Não esqueça de pingar sempre que fizer a troca de água, o ideal é uma vez por dia.

Para animais recém nascidos não deve ser dado as gotinhas diretamente à boca sem uma diluição em água – ½ copo aproximadamente – 04 gts 04 x ao dia para casos agudos; após a melhora interromper.

Para pássaros  diluir 07 gotas do vidro de uso  em 1 litro de água e abastecer o bebedor com esta água.

O que é  vidro de uso?


  1. Animais medrosos, que se assustam com facilidade, com medo de sair de casa, ou que se urinam de medo, para os que tem diarréia e não sofrem de intoxicações ou problemas de digestão – Mimulus e Aspen de Bach.

  2. Animais que se irritam com facilidade, apresentam alergias a cada mudança de rotina, ou ainda que sofrem de artrite – Beech de Bach.

  3. Animais muito submissos, incapazes de se defender sozinhos ou para convalescença – Centaury  e Larch de Bach.

  4. Animais com ataques psicomotores epilepsia e convulsões ou animais que matam os filhotes ao nascerem – Cherry Plum e Aspen de Bach.

  5. Animais com doenças recorrentes ou resistentes a tratamentos – Chestnud Bud de Bach.

  6. Animais que fazem muito barulho quando são deixados sozinhos ou que precisam chamar atenção do dono a todo o instante ou ainda para fêmeas que não deixam os filhotes desmamarem – Chicory de Bach.

  7. Animais desinteressados e apáticos – Clematis de Bach.

  8. Animais constipados ou que se limpam excessivamente, ou com vermes, doenças de pele, infecções, abscessos, caspa, feridas, sarna e todo e qualquer tipo de necessidade de limpeza – Crab Apple de Bach.

  9. Para animais que desenvolvem os mesmos distúrbios que o dono ou ainda muito  estressados – Elm de Bach.

  10. Para animais que não respondem a estímulos ou fêmeas que perderam os filhotes – Gorse de Bach.

  11. Animais agressivos e irritadiços – Holy de Bach.

  12. Animais nervosos agitados, impacientes – Impatiens de Bach.

  13. Animais que se intimidam com facilidade ou a sua confiança está abalada – Larch de Bach.

  14. Para animais com anemias, após as convulsões, na recuperação de doença ou em todos os processos desgastantes – Olive de Bach.

  15. Animais que enjoam quando andam de carro – Scleranthus de Bach.

  16. Choques, traumas, envenenamento, frio estremo, após anestesias – Star of Bethlehem e Rescue Remedy de Bach.

  17. Animais em cativeiro, automutilação e que param de comer porque estão sem o dono – Sweet Chestnut de Bach.

  18. Para animais hiperativos e exuberantes que derrubam as pessoas e ficam muito excitados – Vervain de Bach.

  19. Para adaptação a mudanças de casa, e rotina, hospitalizados por longos períodos, após a castração – Walnut de Bach.

  20. Toda a situação de emergência, recuperação de doenças, atropelamentos e traumas Rescue Remedy de Bach.


Veja o conceito das essências indicadas aqui

Dicas

Utilização  em  Animais


Aplicando em Plantas

Cursos     |     Atendimentos    |    Indicação de Fórmulas     |    Busca