Nacionais e Importados

São muitos os sistemas que existem entre nacionais e importados. Atualmente trabalho com cinco. São eles:






Florais de Bach

Como primeiro sistema organizado no século passado, em 1930,  as essências são tão abrangentes e profundas assim como é a filosofia do Dr. Bach.

Organizou suas 38 essências para um fácil entendimento e ampla aplicação baseado nos  7 grupos de perfis psicológicos observados por ele.

O principal foco deste sistema inglês, é a qualidade de trabalhar características mais arraigadas e estruturais; aquelas que acompanham o desenvolvimento da personalidade. Tão importante quanto as essências é a filosofia do Dr. Bach que ampara e orienta até hoje a organização de sistemas mais recentes.

Florais da Califórnia (FES)

Na década de 70 houve um forte movimento de pesquisa e desenvolvimento de novos sistemas florais.

Até então, passaram-se 30 anos somente com os florais de Bach.

Nesta época, foram desenvolvidos os florais da Califórnia (Flower Essence Society) pelos seus pesquisadores Richard Katz e Patricia Kaminsky.

Situada no estado da Califórnia EUA, mais especificamente na nas montanhas da Sierra Nevada, este sistema tem duas características principais: pode ser considerado um sistema sempre em aberto, devido a permanente busca e incentivo a pesquisa; e suas essências têm uma grande participação nas questões circunstanciais. Trabalham características mentais e emocionais pontuais e mais específicas.

Bush Australiano

Nos anos 80, Ian White desenvolveu os florais da Austrália  pelo grande fascínio que sentia - e sente -  pela mata australiana.

Historicamente a Austrália é o mais antigo dos continentes e durante os últimos 40 milhões de anos as plantas australianas desenvolveram-se isoladamente, adaptando-se às condições climáticas severas e dando origem a muitas espécies raras e de gêneros únicos.

As suas 62 essências, cuja nuance é fortemente masculinas, no meu entendimento, são desenvolvidas num ambiente com muito pouca influência de poluição química e nuclear e ajudam principalmente no equilíbrio das características mais exuberantes dos indivíduos.

É um dos poucos sistemas florais, se não o único, que assume a ação dos florais no corpo físico.

Filhas de Gaia

Também nos anos 80 a pesquisadora Maria Grillo desenvolveu seu sistema de essências florais. As essências produzidas em vários santuários ecológicos e áreas de proteção ambiental nos diversos  ecossistemas e regiões do Brasil, tem como traço marcante o trabalho dos aspectos femininos dos indivíduos. As características deste sistema são tão amplas e generosas quanto são abundantes, na riqueza e na força, os ecossistemas do Brasil.

Florais de Minas

O desenvolvimento das Essências Florais de Minas por seus pesquisadores Breno Marques e Ednamara B. Vasconcelos, seguiu, num primeiro momento, de forma bem aproximada as essências dos Florais de Bach. Dos sistemas nacionais, são eles  quem mais incentivam a idéia de que os indivíduos se beneficiariam se utilizassem as essências das plantas de suas regiões, já que a Providência Divina rodeia o homem de tudo do que ele precisa. E, além este entendimento, há também áreas do conhecimento holístico que entendem que o ambiente exterior representa simbolicamente o estado interior dos indivíduos; assim, está também no entorno aquilo que pode ajudar o seu equilíbrio.

Nos últimos anos, as pesquisas junto aos Florais de Minas não só ajudaram a produzir novas essências como também os fitoflorais e as fitoessências que, em seus compostos, além dos campos conscienciais das plantas, há também princípio ativo ajudando o restabelecimento do equilíbrio do corpo físico.

Nacionais e Importados


Repertório de Bach


Repertório da Califórnia

Sistemas Florais

Cursos     |     Atendimentos    |    Indicação de Fórmulas     |    Busca